APRESENTAÇÃO

Share/Save

HISTÓRICO 

 

           O Mestrado Profissional em Educação Currículo, Linguagens e Inovações Pedagógicas é um curso novo, todavia, traz em seu bojo de elaboração, mais de 40 anos de atuação da FACED/UFBA, pois o Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGE) da UFBA foi criado em 1971. O objetivo inicial do programa era capacitar em serviço prioritariamente os docentes das Faculdades de Educação. 

           Inicialmente, o Mestrado em Educação possuía uma área de concentração – Pesquisa Educacional, que teve sua definição em 1972. Uma nova concepção foi adotada em 1975, ampliando sua área de atuação para Ensino e Ciências Sociais Aplicadas. Esta configuração permaneceu até a reforma curricular realizada entre 1983 -1987, ocasião em que tais áreas foram fundidas em uma: Educação Brasileira. Como desdobramento do desenvolvimento da Pós-Graduação em Educação da FACED/UFBA, ao longo dos anos 80, cresceu uma ideia de criação e implantação do Curso de Doutorado. Primeiramente foi pensado para ser regional, com etapas realizadas na UFBA e outras em universidades da região. Esta ideia não se concretizou e, em 1992, foi implantado o Curso de Doutorado em Educação, com base na docência e produção científica.
 
          Em 1993 unificam-se o Mestrado e o Doutorado em Educação com base nos princípios da flexibilidade curricular, da interdisciplinaridade e da integração ensino-pesquisa. É neste momento que o PPGE se reestruturou a partir de linhas de pesquisa e fortaleceu a investigação científica no âmbito da pós-graduação. Em 1995 o curso de Doutorado foi formalmente reconhecido pela CAPES. Ao longo de sua existência, o PPGE vem contribuindo para a qualificação de docentes para as universidades do Estado da Bahia, bem como de todo o Brasil, em especial da Região Nordeste, e também, para a formação de profissionais que vêm ocupando cargos dirigentes em órgãos dos sistemas federal, estadual e municipal de ensino. Nesse período, acumulou significativa experiência em matéria de estudos avançados, comportando-se como um importante centro de pesquisa educacional do país. Nos últimos 16 anos o PPGE já executou dois programas MINTER, um com a UESC e outro com a UESB. 
 
           No ano 2000, o PPGE passou a adotar como Área de Concentração: Educação, Sociedade e Práxis Pedagógica. Ao adotar por área de concentração, em sua proposta de formação, a conjugação entre Educação, Sociedade e Práxis Pedagógica, o PPGE afirma seu compromisso com a educação pública de qualidade em todos os níveis e expressões. Entre 2006 e 2009, PPGE passou por mudanças na estrutura da concepção e matriz curricular, assim como em seu regimento, permitindo assim, uma maior articulação entre colegiado e linhas de pesquisa, maior representatividade e participação, além de um maior número de professores comprometidos com a gestão não só política e estratégica, mas também operacional do Programa.
 
         Pode-se afirmar que no âmbito do PPGE, nos últimos anos houve uma forte preocupação em aperfeiçoar os mecanismos de gestão existentes e criar novas diretrizes e ferramentas, com o propósito de melhorar substantivamente os indicadores de desempenho do programa. Diante deste panorama que firma-se o compromisso do PPGE da FACED/UFBA com a produção de conhecimento e com a formação de pesquisadores dedicados a educação e, a partir deste referencial que se ofereceu subsídios para a implantação de mais uma demanda formativa integrante deste Programa, revelada na possibilidade de um mestrado profissional. Desse modo, o Mestrado Profissional em Educação: Currículo, Linguagens e Inovações Pedagógicas reflete a decisão de um grupo de pesquisadores doutores em consolidar a convergência de suas trajetórias acadêmicas e profissionais em torno do campo da formação de professores da educação básica e do fortalecimento das relações entre instituições educacionais e universidade.